Noticias Alpie Kart Cup

Escrito por Leandro Ferreira

ultima etapa alpie kart cup 2020 960x540

KARTÓDROMO DE INTERLAGOS (15/10)

 

Lucas Freitas é o campeão da primeira temporada do Alpie Kart Cup 2020, ao vencer as duas baterias da prova

 

Lucas Freitas é pole

 

Em uma noite super inspirada, Lucas Freitas vence a primeira bateria sem maiores problemas, em um grid com sete carros, o pole position larga bem e se mantém do começo ao fim da bateria no topo. Seguido por Thiago Dalan e Daumer Giuli. Dalan e Giuli brigavam por uma melhor colocação: o segundo lugar da prova, quiçá do campeonato. No meio do pelotão Alexandre Lino praticamente garantia o seu posto, largou em quarto e se manteve. Bento Rosato que havia largado em sexto, finalizou a prova em quinto lugar. No fim do pelotão, o embate foi entre César Bergesch e Kléber Stippi, porém, quem sacramenta o sexto posto é Bergesch.

 

"A corrida foi razoavelmente tranquila, consegui abrir em relação ao Thiago, a gente treinou bastante"

LUCAS FREITAS

 

Grid de Largada

1 Lucas Freitas

2 Thiago Dalan

2 Daumer Giuli

4 Alexandre Lino

5 Kléber Stippi

6 Bento Rosato

7 César Bergesch

 

Resultado 1° Bateria

1 Lucas Freitas

2 Daumer Giuli

3 Thiago Dalan

4 Alexandre Lino

5 Bento Rosato

6 César Bergesch

7 Kléber Stippi

 

Melhor volta: Lucas Freitas 44.236

 

Lucas Freitas é campeão!

 

A segunda bateria não seguiu o mesmo roteiro tranquilo da primeira, afinal, Freitas larga bem, porém, perde o posto para Dalan em seis minutos de prova. É neste momento em que ocorre o melhor momento da bateria, a defesa insana de Dalan pelo posto. O jovem piloto se defendeu o quanto pode, com efeito, comete um pequeno erro, caindo para segundo lugar; Freitas recupera o posto, não sem muita luta. Dalan, que flertou com o topo do pelotão, erra nos minutos finais da bateria, perde o segundo lugar para GiuliLino que largou em quarto lugar no grid, se mantém no posto. Bergesch em seu embate com Stippi se deu bem novamente, colocando o seu Kart à frente de Stippi.

 

Resultado da segunda bateria

1 Lucas Freitas

2 Daumer Giuli

3 Thiago Dalan

4 Alexandre Lino 

5 César Bergesch

6 Kléber Stippi

 

Abandono: Bento Rosato

 

Melhor volta: Thiago Dalan 44.338

 

campeão Lucas Freitas triunfou em seis baterias, em doze possíveis, sua saga triunfante, começa a apartir da terceira etapa. As duas primeiras etapas do Alpie Kart Cup foi um grande laboratório para o piloto, que passa batido, mas não despercebido. O vice campeão Daumer Giuli, venceu duas baterias, em doze possíveis, foi logo na primeira etapa, em Interlagos. Daumer apresenta as credencias logo de cara, se colocando em um campeonato de tiro curto, como um possível vencedor. O terceiro lugar Thiago Dalan, também venceu duas etapas, para ser exato, a quarta e a quinta etapa, onde com Freitas, nadavam de braçadas nas dobradinhas.

 

LUCAS FREITAS/ GST Team ( CAMPEÃO)

DAUMER GIULI/ DG Kart (VICE-CAMPEÃO)

THIAGO DALAN/ GST Team (TERCEIRO  LUGAR)

 

"OS PILOTOS VIRTUAIS SÃO PARA MIM TODOS PILOTOS, FANTÁSTICO A HABILIDADE, COM TODA CERTEZA ELES TEM HABILIDADES PARA SE ADAPTAREM AO REAL TAMBÉM"

EMERSON PIEDADE (ALPIE ESCOLA DE PILOTAGEM)

 

CLASSIFICAÇÃO

TOP-1 LUCAS FREITAS  240

TOP-2 DAUMER GIULI  217

TOP-3 THIAGO DALAN  197

TOP-4 ALEXANDRE LINO  165

TOP-5 KLÉBER STIPPI  141

TOP-6 FELIPE DUARTE  126

TOP-7 CÉSAR BERGESCH  121

TOP-8 BENTO ROSATO  118

TOP-9 SÉRGIO MIGUEL  66

TOP-10 EDUARDO MARCELINO  63

 

Roteiro (do) traçado

INTERLAGOS 6/08

ARACAJÚ 20/08

DOIS LAGOS 3/09

TARUMÃ 17/09

CARAGUÁ 1/10

INTERLAGOS 15/10

 

"Ser um campeão não é superar o outro, mas conseguir realizar os seus talentos no nível mais alto de sua existência"

Roberto Shinyashiki

RF1 Brasil, automobilismo virtual levado a sério

 

A Alpie Escola de Pilotagem parabeniza o campeão LUCAS FREITAS

 

Escrito por Leandro Ferreira

5 alpie kart caragua 2020 960x540

KARTÓDROMO DE CARAGUÁ

Lucas Freitas é pole!

A dupla imbatível da temporada do Alpie Kart Cup fatura mais uma vez: Lucas Freitas vence a primeira bateria e, pra variar, Thiago Dalan vence a segunda bateria.

Grid de largada

1º Lucas Freitas

2º Thiago Dalan

3º Kleber Stippi

4º Bento Rosato

5º César Bergesch

6º Alexandre Lino

7º Pedra Júnior

8º Fernando Bergesch

9º Pedro Henrique

10º Sérgio Miguel

11º Francis Harstein

12º Daumer Giulli

Em uma largada tranquila, Lucas Freitas dominou a primeira bateria de ponta a ponta, sem sofrer nenhuma ameaça. Haja vista que o piloto chegou a colocar 8 segundos de distância entre ele e o segundo colocado (Dalan). Pista difícil, de alta, curvas fechadas e muitas disputas em todos os setores do traçado. Thiago Dalan finalizou a prova em segundo, onde teve alguns embates com Kleber Stippi e Bento Rosato. Rosato fez uma ótima bateria, fez jus ao terceiro lugar. Destaques para Daumer Giulli, que larga em último, se recupera e finaliza em sexto. Stippi também fez uma das melhores performances do campeonato, finalizou a bateria em quarto. Alexandre Lino largou em sexto e finalizou em quinto, boa bateria do piloto. Brigas, disputas e ultrapassagens, a primeira bateria foi constante, ficou claro a evolução do grid na temporada, houve apenas um abandono.

"Tentei errar o menos possível para conseguir abrir bastante, tudo deu certo"

Freitas

PRIMEIRA BATERIA

Top-1 Lucas Freitas

Top-2 Thiago Dalan

Top-3 Bento Rosato

Top-4 Kleber Stippi

Top-5 Alexandre Lino

Top-6 Daumer Giulli

Top-7 César Bergesch

Top-8 Pedra Júnior

Top-9 Francis Harstein

Top-10 Fernando Bergesch

 

Abandonos: Sérgio Miguel

Volta rápida: Lucas Freitas :35.465

 

De Freitas para Dalan

A segunda bateria seguiu o mesmo roteiro, Lucas Freitas larga bem e se destaque na prova, dominando à dois minutos do fim. Freitas sofre um revés, abandona a prova. Logo, o grande vencedor foi Thiago Dalan, o piloto estava no lugar certo e na hora certa, foi beneficiado pela queda do parceiro. Parceiro entre aspas, afinal, na pista, Freitas corria para a vitória, mas faltou combinar com os Russos. Não basta correr bem, tem que ter um pouco de sorte, afinal, a corrida é constante e não declina. E sorte Dalan tem de sobra, o piloto sacramenta a vitória. O grande destaque ficou por conta de Kleber Stippi, que já havia feito uma boa bateria, evolui para um merecido terceiro lugar. Uma das melhores performances do piloto. Assim como Bento Rosato e Alexandre Lino, ambos fizeram uma ótima bateria.

 

"O LUCAS CAIU E AI CAIU NO MEU COLO A VITÓRIA"

DALAN

SEGUNDA BATERIA

Top-1 Thiago Dalan

Top-2 Daumer Giuli

Top-3 Kleber Stippi

Top-4 Bento Rosato

Top-5 Alexandre Lino

Top-6 Pedra Júnior

Top-7 César Bergesch

Top-8 Fernando Bergesch

Top-9 Sérgio Miguel

 

Abandonos:

Francis Harstein

Lucas Freitas 

"Ele (Lucas Freitas) demorou pra pegar a mão do rFactor 2, treinou muito, ele e o Thiago Dalan, daí o resultado"

Sandro Freitas

"Tem pilotos que entram pensando em ganhar, outros em se divertir, os dois casos estão certos. Lucas Freitas entra para ganhar"

Sandro Nocera

Seis etapas de tiro curto, a primeira ficou na conta de Daumer, a segunda etapa, novos atores: Eduardo Marcelino e Felipe Duarte. É na terceira etapa que Lucas Freitas assume todo protagonismo do campeonato, fatura as duas baterias. Na quarta etapa, a dupla imbatível aparece pela primeira vez (Lucas/Thiago). O repeteco se dá agora, na quinta etapa. Contudo, Lucas é o grande favorito, deixando o segundo lugar para Daumer e Dalan brigarem. Na esteira de um lugar ao Sol (terceiro lugar), vem Felipe Duarte, Eduardo Marcelino, Kleber Stippi, Bento Rosato e companhia. 

Próxima etapa: Interlagos 15/10

RF1 Brasil, automobilismo virtual levado a sério

ASSISTA O VT COMPLETO DA 5ª ETAPA ALPIE KART CUP 2020

 

Escrito por Leandro Ferreira

4 etapa alpie kart 2020 960x540

KARTÓDROMO TARUMà

Lucas Freitas é pole position

NADANDO DE BRAÇADAS

Treze pilotos marcaram presença na quarta etapa do Alpie Kart Cup, onde Lucas Freitas nadou de braçadas na primeira bateria e Thiago Dalan faturou a segunda bateria. Na primeira bateria houve uma hegemonia de Freitas, já na segunda bateria houve disputas até o último minuto, com Thiago Dalan na liderança.

GRID DE LARGADA

1 Lucas Freitas

2 Thiago Dalan

3 Daumer Giulli

4 Alexandre Lino

5 Kleber Stippi

6 Bento Rosato

7 Eduardo Marcelino

8 César Bergesch

9 Pedra Júnior

10 Miguel Braga

11 Pedro Henrique

12 Fábio Muniz

13 Sérgio Miguel

Hegemonia

O começo da primeira bateria foi bem tranquilo para Lucas Freitas, era o piloto e mais doze, literalmente. O piloto largou de maneira tranquila, colocando seu Kart bem à frente de Thiago Dalan, Daumer Giulli e Alexandre Lino. Houve um certo distanciamento de um piloto para o outro, sem muitos embates e ultrapassagens neste primeiro momento. Freitas conduziu o pelotão com maestria e muita habilidade. O piloto terminou a bateria sem muitos riscos, entrando de vez na briga pelo título. O segundo lugar ficou com o ótimo piloto Daumer Giulli, que mais uma vez, vê a performance de Lucas Freitas sair vencedora. Giulli fez uma boa bateria, consistente e habilidoso, mas não conseguiu ultrapassar o inspirado Freitas. Já o P3 desta primeira bateria ficou com o piloto Alexandre Lino, que faz uma boa prova, colocando o seu Kart entre os três melhores da noite.

PRIMEIRA BATERIA

TOP-1 LUCAS FREITAS

TOP-2 DAUMER GIULLI

TOP-3 ALEXANDRE LINO

Abandonos: Miguel Braga/Pedra Júnior

Melhor volta: Freitas 36.366

"Essa pista eu achei um pouco mais difícil que a de Dois Lagos, uma pista muito rápida, com bastante curva de alta" 

FREITAS

GRAND FINALE

A segunda bateria já não foi tão espaçada assim, houve emoções um tanto quanto fortes. Toques, ultrapassagens, Fair play, combates e 4 abandonos. Lucas Freitas não foi feliz na largada, abrindo espaço para o piloto da vez: Pedro Henrique, que assume o posto com maestria. Andar à frente de Daumer Giulli, Lucas Freitas, Alexandre Lino e Kleber Stippi não foi tarefa fácil para Henrique. Após ser tocado na pista por Dalan, Henrique perde o posto, mudando a cara da corrida. Thiago passa a liderar a corrida, tendo em seu encalço, o companheiro de equipe Lucas Freitas. O jovem piloto Dalan, foi feliz.

Momento Fair play

Lucas Freitas em sua busca frenética pelo topo, se enrosca com Daumer e tira o piloto da pista. Porém, não avança, ciente do seu erro espera pelo piloto prejudicado e em uma atitude FAIR PLAY, e só aí e não antes, reinicia a sua saga insana. Bravo!

Correndo por fora

Enquanto isso, correndo por fora, e beneficiado pelo episódio de Freitas e Daumer, Thiago Dalan surge e assume a segunda colocação. Neste momento da corrida Daumer abandona a prova e Lucas Freitas vai remando até o grande momento da noite: o embate com Thiago Dalan, seu companheiro (pero no mucho). Pedro Henrique não estava mais no topo, o piloto  foi tocado por Dalan, perdendo até mesmo o terceiro lugar. Confiante e consistente, Thiago Dalan proporcionou um dos melhores finais de prova desta temporada. O piloto defende o posto de seu companheiro de equipe, vence a segunda bateria. Alexandre Lino fica em terceiro lugar das duas baterias, cravando o seu nome no top-3 da noite, duas vezes.

"Tentando só manter a vantagem para o Lucas não colocar o carro de lado, não foi fácil segurar ele ali"

DALAN

SEGUNDA BATERIA

TOP-1 THIAGO DALAN

TOP-2 LUCAS FREITAS

TOP-3 ALEXANDRE LINO

Melhor volta, segunda bateria: Eduardo Marcelino 366.93

 

Abandonos: Giulli/Muniz/Bergesch/Bento

 

"O automobilismo é o único esporte no qual o seu companheiro de equipe é também o seu rival"  

NIGEL MANSELL

 

A primeira etapa em Interlagos teve um nome: Giulli. Já a segunda etapa em Aracaju, tivemos Marcelino e Duarte. A terceira etapa em Dois Lagos, Freitas cravou o seu nome nas duas baterias. Nesta quarta etapa, Tarumã, Freitas se consolida e Dalan entra na briga.

Lucas Freitas, Felipe Duarte, Daumer Giulli, Eduardo Marcelino, Thiago Dalan, são os nomes que concorrem ao título que se aproxima. As cartas estão embaralhas na pista, o campeonato de tiro curto (seis etapas) segue aberto. Senhoras e Senhores, façam as suas apostas (eu já fiz a minha).

Próxima etapa: Caraguá 1/10

RF1 Brasil, automobilismo virtual levado a sério

Assista o VT completo da corrida e fique por dentro de todas as emoções

 

Escrito por Flavio Falcão

3 alpie kart etapa dois lagos 2020 960x5400

KARTÓDROMO FAZENDA DOIS LAGOS

LUCAS FREITAS VENCE AS DUAS BATERIAS!

DOIS LAGOS, DUAS BATERIAS, DOIS GRIDS E APENAS UM VENCEDOR: O POLE LUCAS FREITAS.

PRIMEIRA BATERIA

Top-1 Lucas Freitas

Top-2 Thiago Dalan

Top-3 Felipe Duarte

Na sessão classificatória, Lucas Freitas já havia dado as credenciais, ao cravar 37.401 assumindo assim a pole position.

O jovem piloto não decepcionou em Dois Lagos, logo na largada, mesmo com Felipe Duarte, Daumer Giuli e Thiago Dalan em seu encalço, o piloto não sucumbiu aos ataques, seguiu no controle do jogo por toda a bateria. Melhor atuação de Lucas Freitas, que repete a atuação de Giuli na primeira etapa, ao vencer as duas baterias.

Boa tocada, concentração total, sintonia fina com Thiago Dalan e, claro, habilidades em cada curva.

"Tentei manter meu traçado, manter o meu ritmo. Consegui abrir, deu tudo certo no final"

Freitas

 

GRID DE LARGADA (PRIMEIRA BATERIA)

1 Lucas Freitas

2 Felipe Duarte

3 Daumer Giuli

4 Thiago Dalan

5 Pedra Júnior

6 Ayrton de Lima

7 Kléber Stippi

8 Miguel Braga

9 Emanuel Rogério

10 Sérgio Miguel

11 Pedro Henrique

12 Alexandre Lino

13 César Bergesch

14 Fábio Muniz

 

SEGUNDA BATERIA

1 Lucas Freitas

2 Thiago Dalan

3 Felipe Duarte

A segunda bateria foi um repeteco da primeira, em todos os níveis: disputas em todos os setores, embates frequentes, ultrapassagens e muitas manobras.

Pela primeira vez nesta temporada, se repete o quadro da primeira bateria, no que toca o top-3. Freitas e Dalan em perfeita sintonia e concentração, sem margem para erros, afinal, errar, espalhar na pista ou mesmo rodar, corre o risco de ser ultrapassado pelos concorrentes. Vale lembrar que Lucas Freitas chegou a colocar 16 segundos entre ele e o segundo colocado.

Felipe Duarte correu muito bem na prova, chegar em terceiro pela segunda vez, à frente de Daumer Giuli, por exemplo, não é tarefa das mais fáceis. Lucas e Dalan estavam perfeitos, porém, Duarte se fez presente na prova e também no campeonato.

"Nesse Kart quem errar menos, se sai melhor"

Freitas

Na primeira bateria teve apenas um abandono (Miguel Braga). Já a segunda bateria teve três abandonos: Pedra Júnior/Pedro Henrique/Fábio Muniz).

A terceira etapa do Alpie Kart Cup teve 14 pilotos no grid de largada, onde apenas um piloto teve sucesso no topo do pelotão. Foram três etapas de um campeonato de tiro curto (6 etapas), sinalizando já nestes 50% de campeonato, que Felipe Duarte, Daumer Giuli, Lucas Freitas e Thiago Dalan, são sérios candidatos ao título. Porém, se são três etapas, ainda restam mais três, logo, tudo pode acontecer nos traçados que virão. Eduardo Marcelino, Kléber Stippi, Fábio Muniz, Alexandre Lino, César Bergesch e companhia, tem totais condições de jogar água no chope dos primeiros colocados da tabela. 

"O Kart me deu muitos momentos de prazer e grandes memórias. Muitas coisas que uso na Fórmula 1 é do que aprendi no Kart"

Ayrton Senna

A próxima etapa será no dia 17/09 Tarumã

"EU GOSTO MESMO É DE KART" SENNA

Assista o VT e fique por dentro de todas as emoções que aconteceram na corrida

RF1 Brasil, automobilismo virtual levado a sério

 

 

Escrito por Leandro Ferreira

2ª ETAPA ARACAJU ALPIEKART 2020 1920X1080

KARTÓDROMO EMERSON FITTIPALDI (ARACAJÚ)

Eduardo Marcelino vence a primeira bateria

Daumer Giuli pole position!

Top-1 Eduardo Marcelino

Top-2 Daumer Giuli

Top-3 Felipe Duarte

Felipe Duarte vence a segunda bateria

Top-1 Felipe Duarte

Top-2 Eduardo Marcelino

Top-3 Alexandre Lino

Na sessão classificatória, Giuli conquista a pole, dando toda a pinta de um repeteco da primeira etapa, onde o piloto foi o protagonista. Porém, o dono da prova (até a página 2) foi o excelente piloto Lucas Freitas, que largou em terceiro, assume a ponta e "desaponta" no fim da bateria, por falta de combustível, cedendo espaço para o estreante e debutante Eduardo Marcelino ganhar a prova.

O piloto Alexandre Lino que mesmo largando em oitavo, se recupera e assume o quarto lugar da primeira bateria e P3 da segunda bateria, ótima performance de Lino. 

"Para mim foi bastante exigente (primeira bateria), no kart você não pode falhar"

Marcelino

O ELEMENTO SURPRESA

A noite foi o elemento surpresa da prova, além de todo o charme, claro. Logo na saída (largada) Eduardo Marcelino mostrou que Daumer Giuli não teria uma noite muito agradável, o piloto assume a ponta e surpreende à todos. 

"Foi a minha primeira corrida virtual de Kart"

Marcelino

Lucas Freitas estava com a faca e o queijo na mão, o piloto só não estava com combustível, uma pena, ou melhor, uma pane seca, o piloto foi muito constante e efetivo, por um detalhe a vitória lhe escapou. Restou para o piloto o quarto lugar da segunda bateria.

GRID APÓS CLASSIFICAÇÃO

1 DAUMER GIULI

2 EDUARDO MARCELINO

3 LUCAS FREITAS

4 FELIPE DUARTE

5 FÁBIO MUNIZ

6 KLEBER STIPPI

7 AYRTON DE LIMA

8 ALEXANDRE LINO

9 BENTO ROSATO

10 EMANUEL ROGÉRIO

11 THIAGO DALAN

12 PEDRA JÚNIOR

13 SÉRGIO MIGUEL

 

A segunda bateria da noite, não foi nem de Eduardo Marcelino e tampouco Lucas Freitas, o grande líder do pelotão foi o piloto Felipe Duarte.

O top-3 da primeira bateria, tinha parâmetros suficiente para ascender ao topo, vencer e convencer.

Caê Santana: "Tem diferença de uma bateria para outra?"

Felipe Duarte: "Mais concentração"

A primeira bateria tinha tudo para ser de Lucas Freitas, mas os detalhes definem uma bateria de Kart. Brigas em todos os setores, pouca margem para erros, em uma segunda etapa muito mais consistente. A primeira etapa tivemos 8 carros no grid, nesta, quase que dobramos. O Alpie Kart Cup entrega o prometido: grid maior, maiores disputas, muita consistência e, sobretudo, competitividade.

Giuli vencedor da primeira etapa, conta agora com dois grandes obstáculos, Eduardo Marcelino e Felipe Duarte. Não podemos esquecer que Lucas Freitas tem todas as condições para uma rápida evolução. Neste quadro de concorrentes ao topo da competição, ainda cabe o piloto Alexandre Lino.

Kleber Stippi duas vezes P5 (baterias), boa prova do piloto. Bento Rosato e Fábio Muniz, prometem boas performances para a terceira etapa, correram forte e terminaram bem a prova. Três abandonos na primeira bateria e quatro abandonos na segunda bateria. O campeonato é de tiro curto, mas o aprendizado no Kart é para vida toda (Lembrando sempre do quesito diversão, solução sim).

Aos 14 anos, cuidava de sua moto 50cc e do Kart do irmão. Foi nesta época que Emerson Fittipaldi ganhou o apelido de 'Rato', por ficar zanzando com a caixa de ferramentas pelo box

A próxima etapa será no dia 03/09 (Dois Lagos)

Em Dois Lagos: duas baterias!

Assista o VT e fique por dentro de todas as emoções que aconteceram na corrida

 

 RF1 Brasil, automobilismo virtual levado a sério

 

 

 

Escrito por Leandro Ferreira

1 etapa interlagos alpie kart 2020 960x560

Kartódromo de Interlagos

Daumer Giuli é o grande vencedor da primeira etapa do Alpie Kart Cup 2020

Cronômetro suisso

Giuli vence e convence no Kartódromo de Interlagos as duas baterias da prova na noite de  quinta (6/8).

Na sessão classificatória o piloto Lucas Freitas conquista a pole position em um grid com oito carros, com Giuli em segundo e o piloto Felipe Duarte em terceiro no grid. Completando o grid de largada, na quarta posição, vem Thiago Dalan, a quinta posição ficou com Eliezer Nunes, a sexta, a sétima e a oitava, ficaram com Ayrton Lima, César Bergesch e Fábio Muniz, respectivamente.

Pois bem, o ótimo piloto Lucas Freitas só ameaçou com a pole, assim como Felipe Duarte, afinal, a noite só teve mesmo um nome e duas baterias: Daumer Giuli, feito um reloginho (cronômetro) suisso, sem margem para erros.

Logo na largada o piloto assume a ponta, em uma corrida sensacional, chegando a colocar 20 segundos entre seu carro e o de seu concorrente Lucas Freitas. Vale lembrar que um giro no Kartódromo demora cerca de 46 segundos. Brigas por posições em todos os setores da pista, pista esta, com 12 curvas de pura adrenalina.

"Um erro, se perde um segundo, dois segundos e os caras colam mesmo"

Daumer Giuli

PRIMEIRA BATERIA

Top-1 Daumer Giuli

Top-2 Lucas Freitas

Top-3 Felipe Duarte

A primeira bateria teve apenas dois abandonos, muitas ultrapassagens, algumas batidas e muito dinamismo.

Ao passo que a segunda bateria, com o Daumer Giuli na pole, foi um repeteco da primeira bateria. Daumer nadou de braçadas, era o piloto e mais sete.

Giuli achata a curva do "aprendizado" e de maneira insana já é o homem a ser batido.

SEGUNDA BATERIA

Top-1 Daumer Giuli

Top-2 Felipe Duarte

Top-3 Lucas Freitas

O piloto Felipe Duarte chegou a se aproximar de Giuli em um certo momento da prova, porém, não foi feliz, o piloto chegou bater e perder contato visual.

Já Lucas Freitas, não teve uma performance muito convincente, mas reuni totais condições de evoluir na competição.

A segunda bateria teve três abandonos: Eliezer Nunes, Fábio Muniz e Ayrton de Lima

" Como eu ganhei na primeira bateria, larguei na pole na segunda, foi bom, era só manter a posição e deixar a briga para o segundo e o terceiro e tentar abrir".

Daumer Giuli

 

Uma competição de tiro curto (6 etapas), logo, é imperativo uma evolução mais acelerada no quesito performance. Pilotos de muitas qualidades na pista, o que torna o desafio do líder Daumer Giuli muito desafiador. 

O próximo desafio (segunda etapa) certamente terá um grid com mais carros e, com os efeitos negativos que toda estréia gera, atenuados, aumentando assim, o nível da competição. 

Problemas de conexão, abandonos e ausências, fazem parte do pacote AV.

"O kart é o esporte mais emocionante que existe, mais que a Fórmula 1, inclusive, você faz com muito mais amor"

Ayrton Senna

A próxima etapa será no dia 20/08 Aracajú:

SERGIPE,SER KART, SER VIRTUAL!

 

ASSISTA O VT E FIQUE POR DENTRO DE TODAS AS EMOÇÕES QUE ACONTECERAM NA CORRIDA.

 

 

Escrito por Leandro Ferreira

DOSES HOMEOPÁTICAS

Foram duas doses (baterias) homeopáticas de puro Kartismo virtual, na veia. Se o Kart é a celula embrionária do automobilismo real (Fórmula 1), por que cargas d'água não seria do virtual, ora pois. As doses foram homeopáticas e descontraídas, porém, o futuro reserva doses cavalares de Kartismo para os amantes do automobilismo virtual.

Alpie escola de pilotagem, apresenta o Kart virtual e a RF1 Brasil em seu loop infinito, se joga em mais um desafio: Alpie Kart Cup Free Racing 2020

Zona de conforto? Que nada!

Aprender é uma premissa!

Foram duas baterias, no grid, o crème de la crème do AV: Felipe Duarte, Lucas Freitas, Ayrton Lima, Daumer Giuli, Emanuel Rogério, Sandro Nocera e Kleber Stippi respectivamente.

Na primeira bateria, Giuli larga em quarto no grid, se recupera, e vence a primeira bateria, que estava nas mãos de Felipe Duarte, ótimo piloto.Contato total, brigas, pegas (todos na mesma volta), ultrapassagens e três abandonos: Nocera, Ayrton e Lucas Freitas.

A segunda bateria foi uma evolução da primeira, porém, o vencedor da vez foi Lucas Freitas. Giuli praticamente nadava de braçadas, mas não resiste as investidas de Lucas Freitas, que ultrapassa quase que no fim, e garante a diversão inaugural. A segunda dose teve 4 abandonos na prova: Stippi, Ayrton, Felipe e Nocera.

Felipe Duarte foi o pole position, Daumer Giuli foi o vencedor da primeira e foi segundo colocado na segunda bateria, sendo assim, Giuli foi o homem da noite.

"RODEI NA PRIMEIRA CURVA E CONSEGUI DÁ UMA RECUPERADA BOA" Daumer Giuli

Kartódromo Ayrton Senna, com 1.150 metros de extensão, doze curvas e muito dinamismo na pista.

"EU TENHO A IMPRESSÃO QUE A MELHOR ESCOLA DO AUTOMOBILISMO, É O KART"

Ayrton Senna

O Kartismo virtual promete, com grids cheios e carregado de emoções, na RF1 Brasil, em agosto no dia 06/08 Quinta acontece a 1ª Etapa do ALPIE KART CUP RACING 2020, pronto para evoluir em cada prova, em cada curva.

Kartismo virtual, próximo do real, próximo do chão e, certamente, próximo dos corações e mentes.

 

RF1 Brasil, na vanguarda do Av, com espírito aspirante